sábado, 4 de outubro de 2008

Vou esperar por ti sempre...


vou deitar-me... esperar por ti…


esperar que chegues…
que despertes em mim o desejo…
a paixão…que já não sinto por ti… 




senti a paixão do amor...
aquela que queima a alma...
e incendeia o corpo…
senti cada beijo… que me deste
cada toque… do teu corpo...
cada carícia...cada afago...




senti o teu desejo…
amei-te em cada momento
que as nossas almas se tocaram…




mas agora…
que já não sinto a tua alma…
como vou sentir teu corpo?


4 comentários:

Anónimo disse...

Caricias, que vão e voltam

Beijos e toques que se trocam
Sensações que a pelo afloram
E teu corpo que asseia por ser tocado
Anjo eu te toco se tua princesa não quer eu quero, ela que te espere sentada
Rita

Anónimo disse...

ADOREI! Texto maravilhoso, homenagem máxima, sem igual, sem preço.
Vou para cama, vou dar para Maridom agora mesmo e vou pensar em vocês.
Beijos molhados!

eu disse...

Pois é amiga Rita mas quem disse que eu não quero e quem disse que ele quer outra, penso que ninguém ele é só meu e eu sou só dele , entendido.
Ai. ai.
my angel

Anónimo disse...

Princesa.
Que lindo,es so minha toda,a Rita tem que procurar noutro lado,a princesa tem o anjo preso,e o anjo so ama a Princesa.
Mas um beijo pra ti Rita,nos adoramos teus comentarios.
Comentou ANJO