domingo, 26 de outubro de 2008

Ao alvor da manhã...


NESTE INVERNO AGRESTE...
QUERES O GOSTO DO MEL DA MINHA BOCA,
QUERES O CHEIRO MORNO DA MINHA PELE.
SEUS DEDOS AGEM LASCIVOS
PERCORREM MEU CORPO...
ME DEITAS EM AREIAS FINDAS DA PAIXÃO...
MERGULHAS EM MIM!!
AFOGA-TES NO MEU AMOR...
SEUS OLHOS ME FITAM LUZINDO LUZ E DESEJO,
LOGRAMOS DESTE TÓRRIDO AMOR
OUVINDO O TANGER DOS SINOS...
NA EXPLOSÃO DO ÊXTASE DE NOSSOS CORPOS...
FUNDIDOS NITESCENDO AO ALVOR DA MANHÃ!!!


2 comentários:

Renato disse...

Neste inverno quero tudo de ti , o teu amor a tua tesão eu te darei o céu e a terra pede e ponho tudo a teus pés, fica comigo Princesa deixa esse anjo eu não te vou deixar nunca ficarei sempre contigo
ele deve ter outras a quem faz o mesmo está longe de umas e perto de outras e será sempre assim eu sei
Beijo apaixonado

Renato

Princesa disse...

Sim renato é o que a tua mulher te faz te põe os cornos a toda a hora é lindo ser cornudo és um vaidoso te ficam bem gostava de ver