sábado, 11 de outubro de 2008

Um momento de lua cheia...


Hoje rasgo o poema do meu peito
Dilacero a voz que ecoa no infinito
Redobro o silêncio dos corpos

Hoje é noite de lua cheia
Tu sabes que viro insana
Tu sabes e provocas-me

O bilhete lambeu-me os seios
Aguçou-me a vontade de te ter
Entre as coxas, nos meus lábios
… dentro de mim…

Ah! Meu  Anjo
Escondes-te na plenitude do horizonte
Mas voltas sempre nas noites em que o cio me invade

Anda
Vem
Beija-me
Escorre as tuas mãos no meu corpo
Faz-me suar
Sentes o meu desejo?

Anda
Vem
Fode-me
Enterra-te dentro de mim
Faz-me gritar
Sentes o meu orgasmo?

Agora vai
E volta com a lua… outra vez...


8 comentários:

Rita disse...

Também quero!
Quero!
Quero!
Quero!!!
Leste-me os pensamentos... Pronto! Vou ter que inventar uma desculpa pa esta tesão!
Rita

Isa disse...

Olá!
Passei por aqui e gostei!
Falar de amor é sempre bom e amor simplesmente é sem justificações....
Parabéns vou continuar a acompanhar

Marilda disse...

Eh! pá a lua cheia tb mexe contigo olha a mim me põe cheia de tesão ai anjo vem p'ra mim me apaga o fogo essa que vá pra terra dela
Marilda

Princesa disse...

Rita o que queres aqui não há vai procurar por outras bandas e deixa-nos em paz aqui o que há me pretence e não dou a ninguém é muito bom mas é meu
my angel

Princesa disse...

Sabes onde vou um dia destes Marilda, vou mesmo a tua terra te procurar e te parto a cara já estou a ficar cheia de ti, chupa no dedo se não tens mais nada
my angel

Anjomenina disse...

Rita que tal um balde um duche de agua bem fria...

Anónimo disse...

Rita.
Agora fiquei sem entender mesmo nada,creio que variastes ao ler este nosso blog.

ANJO

Anónimo disse...

A marilda anda com a lua na cona princesa,ela qu a cosse com os dedos,ja e bom,porque daqui nao leva nada,a princesa tem tudo ja.

ANJO