sábado, 4 de outubro de 2008

Será assim!...



Será assim que tu me tens,
Será assim que chegas,
Louco tarado, doido,
Sem me perguntar se deu,
E na sua tara me tareou,

Alucinou-me,

Fez-me beber os seus sucos,
Como louca alucinada,
Mete-me entre as suas pernas,
Puxando a minha cabeça,
Até quase me sufocar,

Minha barba por fazer excitava-a,

Mais ainda nesta louca esfrega,
Nesta sua tara,
Neste seu gozo,
No seu ventre estremecido de prazer,
Embalou a minha cabeça sincronizando com o seu balanço,
Senhora plena de seus desejos,
A mim não me perguntou,
Apenas me tareou,
E na minha boca aberta, língua de fora,
Você gozou e fez-me beber do seu mel,
E, em jactos longos e espessos,
Gozei espirrando nas suas costas o meu prazer
Que de quente escorria em grosso filete,
Melando e acariciando o seu prazer,

E sem me pedir, agarra-me,


Prende-me novamente,
Até me sufocar e sem nada no silêncio, 
Um grito longo eu ouvi de si:

Tesão… nunca mais me abandone!


2 comentários:

Anónimo disse...

OH! Princesa, issi é coisa k se faça? E agora k estou sózinha em casa, o que é k vou fazer? O quê? AH! pois, estava mesmo a pensar nisso. Mas tenho outra me manda o teu anjo, nos pregas cada partida
que tesão porra.
Lilia

my angel disse...

Lilia governa-te sozinha o meu anjo não se empresta a ninguém é meu muito meu que pensas tal como eu sou dele confiamos muito um no outro porque nos amamos, será que sabes o que isso é penso que não. Quando há verdadeiro amor há respeito e nós nos respeitamos.
My angel