terça-feira, 11 de novembro de 2008

LOUCURAS NA CAMA....


À noite tarde, tarde noite...

Em transe de açoite

Naquela pousada,

Eu te amei em tormento

Meus seios sob blusa carmesim

Pontudos lhe diziam sim.

Tua boca ávida, seca de prazer

Engoliu-me a ponto de deixar-me imóvel.

Tuas gostosas coxas quentes

Enlaçavam-me em frementes

Amarras do trepar,

Já na iminência de gozar...

Você arrancou minha calcinha,

Senti a delícia das tuas maos

Quando em delírio violento

Teu pênis adentrou minhas entranhas.

Renasci e acalmei o teu desejo,

Que mesmo agora ainda vejo

E sinto o ardor,

O teu gemido do gozar,

O sugar,

O morder,

O mamar,

O beijar

2 comentários:

Mario disse...

Valorize e aprecie tudo o que você tem e tudo que você é. Não importa quão modesto e insignificante possa parecer, pois tudo o que você tem é tudo o que você precisa para ser o que você deseja ser.
Um admirador do seu blog e da sua postura perente esta gente que aqui comenta , é preciso paciencia para aturar isto amiga

Mario

ROMEU disse...

Mario.
VC tem razao,estes putos e velhotes querem-me tirar da princesa, mas eu nunca desisto.
Romeu.