sábado, 15 de novembro de 2008

NOSSO SONHO DE AMOR...


Desta enorme distância, ilimitada,
Cruel que nos afasta no espaço,
Fui construindo aos poucos uma estrada
De poemas que fazes e te faço.

Da dolorosa ausência, prolongada,
Severa, que me nega o teu regaço,
Gemendo, fui compondo uma balada
De saudade e ternura em que te enlaço.

Sou um devoto e piedoso crente,
A venerar a divindade ausente,
Entoando-lhe cantos de louvor.

Mas desta dor pungente, angustiante,
De te não ter, por tu estares tão distante,
Criei um divinal Sonho de Amor!

5 comentários:

Rui M disse...

Minha querida meu sonho de amor é contigo penso que és de Lisboa eu vou na proxima semana terei umas reuniões de negócios em Lisboa e gostava de te conhecer dá-me esse prazer vem jantar comigo oportunamente te direi onde me encontro hospedado dá essa oportunidade a nós dois, como vês eu também sei falar a serio sem brincar esse romeu que anda por aí pensa que é alguém na vida mas ainda tem que comer muito pão para chegar a mim
um beijo
Rui M

Jorge C disse...

Ouço os sons de meus silêncios
Vejo no tempo retalhos de mim mesma.
O tempo para, dispara...

pela estrada que nunca passou.
Eu canto,
canto uma melodia silenciosa
para não me perder.

Canto para ti minha princesa

Princesa disse...

Olha Rui pagas um almoço eu aceito e um jantar e tudo porque não, vou sim senhor ter contigo mas levo o meu amor que vai cá estar e assim ficas a conhecê-lo, que te parece?
bem fico a espera

Princesa disse...

Jorge
cantas! cantas! mas não me alegras nada que pena

ROMEU disse...

Bla bla bla bla bla bla Rui merdas.
Tu vaz a Lisboa mas e ver se procuras alguns paneleiros,nem as putas vaz pa,es um empresario de puteiro de gays.
ROMEU.

E tu Jorge Bosta,vai cantando que e pra nao chorares,es um convencido,es bom de corno porque nunca te convenses mesmo que no instante que tua mulher esteja a foder com outro e tu espreites pela fechadura,ela se dospe e quando tira a calcinha as manda contra a porta e ficam penduradas no buraco da fechadura,ai ainda nao queres crer,es um boi manso mesmo.
Romeu.