quinta-feira, 20 de novembro de 2008

**#** HOJE QUERIA TER-TE **#**


Hoje eu queria ter-te...

Não como de outras vezes...

Apenas ter-te...

Olhar-te...

Os teus olhos...

a tua boca...

as tuas mãos...

Olhar-te...

deitar-me ao teu lado...

Abraçar-te...

Cobertos apenas pelas estrelas do céu

Apenas com a lua como testemunha

Eu e tu...

Uma praia...

uma lua...

areia fria...

Conversar contigo ao ouvido

Eu e tu... “nós“...

juntos...

Que nada atrapalhasse o nosso abraço..

5 comentários:

Rui M disse...

Hoje queria mesmo ter-te princesa, já estou em Lisboa amanhã digo onde vais ter comigo vamos jantar os dois não me digas que não já estou mais descansado ainda não estiveste com o porco Romeu que nome ele arranjou é mesmo o nome dele isso é nome de panasca deixa ele princesa não dês conversa para gente reles e ordinária

Renato disse...

Chamo-te
Quero-te
Espero-te

Anoitece...
A lua nos convida para mais uma dança de prazer
Falo seu nome baixinho, quase num sussurro.
Prontamente você vem ao meu encontro
Envolve-me, em passos lentos.
Abraça-me, me beija, me conduz.

Ama-me tão intensamente...
Até a madrugada acabar...
E um novo dia começar
E eu de novo querer-te amar.
hoje e sempre

Renato

Romeu disse...

Rui Merdas.
Es um cobarde,estas sempre a falar de mim,tu e que es reles,talvez agum pedofilo do norte,deve ser essa tua impresa, nao vaz na conversa princesa,este cabrao e perigoso..

Renato,mais poemas velhos,estas ultrapassado,ao menos diz alguma coisa que saia de dentro,mas que tenha leito,nao venhas com as choradeiras pra princersa seu panasca.
ROMEU.

Princesa disse...

Olha Rui quanto mais provocas mais serás provocado estamos cheios de ti mas és o palhaço de serviço já nem sabemos passar sem ti temos um certo carinho pelo bombo da festa que és tu

Princesa disse...

Renato outro como o Jorge um é macaco outro macaco é