sexta-feira, 14 de novembro de 2008

MOMENTOS DE TERNURA!...


Essa ternura que é toda tua,
Essa tua paixão, o teu devaneio,
Esse teu olhar malicioso,
Esse olhar de mulher-menina.
Que se junta com tua vontade,
De fazer amor como verdadeira mulher,
Ardente, sedenta de desejos...
Então, olhando o teu remeleixo,
Que somado à tua elegância,
Faz-me sentir um prazer inevitável...
O balançar dos teus quadris,
Fico excitado e começo a sonhar
Com teu erotismo... e a tua inocência,
Que está contida no teu cinismo...
São as armas que tu empregas,
Na grande luta que travamos,
Durante à noite, em cima da nossa cama.
Debaixo dos lençóis...
Aí, é quando me desarmas,
Pois, a tua possível carência,
Ganha essa luta sem encontrar,
Nenhuma resistência...
Entretanto, ouvem-se gemidos, gritos,
Sussurros e palavras de amor...

5 comentários:

Mario disse...

Nota-se a explosão de sentimentos... emoções vívidas!
Expressões que denotam vida intensa de sentimentos...
Textos marcadores de emoções plenas!
Palavras explícitas de felicidade...implícitas de medo.
Você é a encarnação do desejo... prenúncio de felicidade!
Um beijo

Mario

Zeca disse...

Mais que um momento, uma reflexão
Mais que uma reflexão, uma certeza
Mais que uma certeza, uma vontade
Mais que uma vontade, um desejo
Mais que um desejo, uma convicção!

Mais que tudo... amor!

um beijo

Zeca

Princesa disse...

Mário tu até escreves bonito estou a gostar desde que te portes sempre com juizo mas já vi que és um homen de juizo escreves o que pensas sem abusar boa!

Princesa disse...

O Zeca tem dias
uns se porta bem
outros não sabe o que diz
outros porta-se mal outros não aparece
olhem são as fazes da lua
começa na lua cheia e acabe na nova quando não aparece
rsrsrsr

ROMEU disse...

O ZEQUINHA!
Agora so sabes copiar poemas,vala ao menos nao dizes palavrao.
ROMEU.