terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

~~º~~ LUA CHEIA ~~º~~


Lua cheia…

A tua imensidão…
Convida ao amor…
Oferece a vontade para amar…
Em toda a sua plenitude…
Olho fixamente para ti…
Sinto toda a tua energia…
Pedes-me docemente…
Tem calma…
Quero deixar claro todos os teus caminhos…
E eu..
Com toda a minha solidão…
Suspiro…
Uma lágrima escorre no meu rosto…
Não me mexo...
Deixo-a cair...
E fico simplesmente ali parada…
A admirar-te…


6 comentários:

REBECA disse...

Rui
mi amor
Mi vida cada dia es mas dificil estar lejos de ti,solo le pido Dios que proteja nuestro amor,Hasta el fin del mundo te seguiré Donde sea que estés yo te encontraré Nada en mí es más mportante Que vivir junto a ti amor solo junto a ti quiero estar.te amo mi vidita....

Princesa disse...

Meu querido
meu amor
Toma-me como tua,
deita-me em tapete de estrelas
nesta penumbra que a luz da lua prateia,
cola teu corpo ao meu,
protege-me com teus abraços,
acarinha este meu corpo trêmulo,
faze deste momento,
o nosso tempo de
Amar!..

Rui M disse...

Rebeca minha querida como te adoro

rui m disse...

Quem é o teu novo amor princesa podemos saber?

sergio disse...

Princesa
Para falar de amor é preciso entender
o que sente a semente quando entra na terra
e se transforma em flor.
É preciso sentir a emoção das folhas
quando o vento beija lento suas partes mais íntimas...
e por que a árvore estremece
quando o orvalho desce pelo seu tronco áspero
fazendo carícias ousadas nos seus galhos nus.
É preciso entender a lua solitária e fria desejando o calor do sol...
É preciso entender o sol luminoso e inatingível
perdendo-se no seu brilho sem saber o que fazer.
É falar desses rios que não param nunca.
É falar desse mar que não se acalma.
É falar das estrelas que não se apagam.
É falar de tudo que é natural,
eterno e essencial para a vida...

Romeu disse...

Rui merdas.
Qual amor secreto? Entao nao e este Sergio dum corno que a conquistou ja?
Tu tens a Rebeca,o Steve e um bixo,so pode ser este invalido do Sergio.
Romeu

Sergio,tens ca um paleio do caralho,eu te amoucho essa cornadura filho da pucara.