segunda-feira, 10 de novembro de 2008

SONHEI...


Sonhei com alguém
Que no sonho
Me fazia delirar de prazer
Esse alguém era você
Que no sonho
Me amou a noite toda
Até o dia amanhecer
Eu louca de tanto desejo
Me entreguei totalmente a você
Insaciada eu queria mais e mais
Ser amada por você
Você me amou com muito carinho
E com muita paixão
Fez o meu corpo
Explodir de tesão
Um sonho erótico
Não um sonho qualquer
Você ali sendo meu homem
Saciando todos meus desejos de mulher

4 comentários:

Jorge C disse...

domingo foi dia de bebedeira colectiva. bebi álcool e resolvi beber nas cores que mergulhadas na noite são a loucura dos poetas que assim se acham...
enquanto o escuro nascia no imenso céu que é o mundo, dava comigo a pensar o quanto o tempo torna mais restrito o meu circulo de amigos.
não sou diferente de ninguém, nem o quero ser, mas sinto que no meu pequeno canto de mim, sou alguém que se tornou deferente daquilo que o mundo tem como normal
adoro uma mulher que nem conheço, TU
Jorge C

Princesa disse...

A bebida deu-te um momento de lucidez parabéns Jorge estás mais esperto continua a beber mais e muito mais te abre a mente e te da momentos de lucidez és mesmo anormal

ROMEU disse...

O JORGE rsrsrsrs.
Agora estas a descobrir que gostas de beber,deves apanhar umas boas bebedeiras com esses teus colegas da copofonia, a princesa me disse que es um pipo,um barrigana, nao tens mulher nem namorada porque com essa barriga nao chegas la ao enchame das abelhas, estou feliz de saber que es um aocoolico puro sem tesao.
ROMEU..

Anjomenina disse...

Jorge... que cantada mais velha.... fogo... essas cantadas davam-se antigamente... quando as mulheres engravidavam pelos ouvidos...