terça-feira, 19 de maio de 2009

~~ºº~~ DESTINOS ~~ºº~~


Quando os nossos destinos se cruzaram, 

Dei conta que no céu tudo luziu, 

Parecendo que as estrelas celebraram, 

Este sonho de amor que em nós surgiu! 

  
Não sei se foi feitiço que lançaram 

E em nossos corações se reflectiu, 

Que em ondas de delírio se espraiaram 

E nem esta distância os impediu. 

  

Mas este estranho amor, desconcertante, 

Nascido no fulgor daquele instante, 

Nos tem feito viver num desatino. 

  
Na ânsia de volúpias e desejos, 

Que havemos de selar em ternos beijos, 

Nas bodas deste amor clandestino! 



3 comentários:

Romeu disse...

Princesa
meu amor
tenha-me com todo o desejo
que o medo da ausencia acumula.
Se põe lasciva, nua.
Lingua que se faz mão,
tateie.
Me explore,
me sinta, dance em mim.
me escorre, e me lambe,
sorria e chore,
reze por este despudor,
no pecado da tua vontade.
Faça dos teus gemidos, ecos
e os meus , provoque.
Faça esse momento eterno,
até o amanhã chegar...!
Romeu

Princesa disse...

Meu anjo lindo
A minha vida é injusta!
Não te tenho, nem te posso ter,
Meu coração não aguenta estar mais longe de ti.
Longe do teu perfume, do teu coração.
Não aguento não ter os teus beijos!
Quero-te
Desejo-te!
Amo-te infinitamente!
Quero sentir o teu cheiro, o teu perfume na minha roupa.
Teus lábios nos meus, teu corpo junto do meu.
Amo-te!
Amo-te acima de tudo!
NÃO AGUENTO VIVER SEM TI!

BONDEARTE disse...

Princesa,
Seu blog continua quente, enche a alma de calor.
Suas palavras vibram num tom alucinante.
Beijooooooooooooooossssssssssss