sábado, 17 de outubro de 2009

~~º~~ Voz do vento ~~º~~


Quando me ponho a ouvir a voz do vento
que conta estórias de felicidade;
quando me calo até o mais leve som,
a fim de ouvir os mais íntimos pensamentos;
quando fecho os olhos a toda a luz exterior
e descubro o feérico brilho interno;
quando meu pensamento, quase sempre desvairado,
desconsidera qualquer outra realidade que não a tua ausência,
então sinto-me só.
Mas basta que aos meus sentidos
se abra teu sorriso
para que a solidão se transforme
em momentos de ternura.
Então sou uno contigo.

3 comentários:

silvo disse...

Si Princesa se cambia el sentido de soledad por cariño poruq eestá ahí, dentro de tí, beijinhos

oscaralberto disse...

la voz que trae a nosotros ese brillo, acariciandonos con una brisa o despeinandonos con el viento..

un beso princesa
Oscar

Alvaro Oliveira disse...

Amiga Princesa

Nesta voz do vento, há toque de
melancolia e nostalgia!
Há tristeza na alma, que se não consegue desvendar.

Porém e como sempre há beleza poética, sentimento, sensibilidade

Beijinhos

Alvaro