sexta-feira, 10 de julho de 2009

**~~** Fechos os olhos **~~**


Fecho os olhos e sinto-me em teus braços


Sinto todas as sensações daqueles momentos


E que momentos...


Do primeiro olhar,  primeiro sorriso,  do primeiro beijo


Que me levou ao paraíso...


Ainda sinto o sabor dos teus lábios,


Que procuravam os meus tão intensamente


O toque de suas mão macias no meu rosto


Descendo tão nervosas pelo meu corpo


Descobrindo desejos que á muito não sentia


Seu olhar expressava tanta paixão


Que meu corpo estremeceu


E naquele momento desejei desesperadamente ser tua


É loucura eu sei, mais não poderia ser diferente.


Pois seu cheiro ainda exala da minha pele


O perfume do prazer,  que senti em você...


O simples toque das tuas mãos


Queimava minha pele...


Nesse momento queria ser tua...


Ou simplesmente te dar um beijo...

3 comentários:

Alvaro Oliveira disse...

Bom dia minha amiga

Hoje irei sentir-me mais radiante
que a própria luz do sol, depoide ter bebido todo o néctar que me foi dado neste poema logo ao amanecer (ou quase), pelo menos
ao despertar.
Despertar e entrar neste belo recanto e saciar-se de aromas tão
perfumados, é como entrar no Éden.

Um beijo muito querido

Alvaro

Ricardo Calmon disse...

Ufaaaa Kicaloooorrrrrrrrrrrrrr!
Texto esse me fez passar uma manhã de intenso verão!

Amei!

Viva Vida!

SAM disse...

Lindos e apaixonantes versos, amiga!


Beijos e ótimo fim de semana!