domingo, 14 de junho de 2009

**~** Saudades **~**


Saudades! Sim... talvez... e porque não?...
Se o nosso sonho foi tão alto e forte
Que bem pensara vê-lo até à morte
Deslumbrar-me de luz o coração!

Esquecer! Para quê?... Ah! como é vão!
Que tudo isso, Amor, nos não importe.
Se ele deixou beleza que conforte
Deve-nos ser sagrado como pão!

Quantas vezes, Amor, já te esqueci,
Para mais doidamente me lembrar,
Mais doidamente me lembrar de ti!

E quem dera que fosse sempre assim:
Quanto menos quisesse recordar
Mais a saudade andasse presa a mim!

  Florbela Espanca



4 comentários:

Selene disse...

hermoso !!!

Multiolhares disse...

As saudades são sempre algo difícil de gerir

Namastê

Eternidade disse...

OII

VOLTEI!!!
MEU ANTIGO BLOG(ENDLESS LOVE) PIFOU E EXCLUIMOS...FIZEMOS O ETERNIDADE....AGUARDAMOS SUA VISITA....

Lunna disse...

Hay veces el recuerdo puede mas que nuestra cabeza, aunque no lo queramos tener presente, pero también es bonito recordar sobre todo los buenos momentos.

Besos.

Lunna.