quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

~~-~~ INSÓNIAS ~~-~~


Os meus pensamentos invadem-me….

Mas não os consigo escrever…
Vejo…
Toco…
Mas não consigo sentir nada…
Os meus pesadelos seduzem-me…
Já não me deixam dormir…
De noite os meus olhos não se fecham…
Tento me levantar…
Mas não consigo…
Pesam-me os meus pensamentos…
Não tenho forças para me levantar…
Entras nos meus pensamentos como uma estrela cadente…
Que caí...
Desapareces-te da minha vida e tudo ficou sem sentido…
A tua ausência é a minha companhia de todas as noites…
E é nas madrugadas que caem as lágrimas de saudade…
O vazio é a companhia da minha solidão que me deixa com frio…
Sinto-me sufocada com o medo que me devora…
Tu…
Meu companheiro…
Meu amigo…
Meu homem…
Onde estas agora?
Qual o voo para ir até ti…
Onde estás minha estrela cadente…?
Nunca pensei que a tua ausência me mostra-se tanta solidão…
Jamais vou querer mudar os meus sentimentos…
Jamais mudarei o meu caminho…
Jamais vou querer alterar o meu destino…
Sentimentos que me mostraram o caminho até ti…
Tu que sempre foste o meu destino.
 

6 comentários:

REBECA disse...

Yo te amo Sergio....

Yo te amo y lo digo así sencillamente
como si ya el recuerdo transitara tus años.
Como si ya mis ojos lloraran por tu ausencia
y como si tus besos ya supieran mis labios.

Yo te amo...
Yo te amo con crueles tiburones de sangre
entre cristales duros vigilando tu cuerpo.
Yo te amo en los arroyos calientes de mi vida
y en mis poemas trémulos.

Yo te amo...
Yo te amo con un suave sabor a miel anclada
en donde hay golondrinas clausurando recuerdos.

En donde sabe el aire a atmósferas de frutos,
donde las manos corren caminos del deseo

Yo te amo...
Yo te amo con violetas espirales azules
en donde hay mariposas de amor en cautiverio.
En la frontera exacta que la caricia asume,
en el preciso límite donde el gemido es beso

Yo te amo...
Yo te amo por mil voces de venas enemigas.
Por el grito lejano de mi sangre en el tiempo.
Por la ardorosa llama que se esconde en la nieve.
Por las hondas palabras que están en mi silencio.

Yo te amo...
Yo te amo por la rosa que guarda en sí la espina.
Por la muerte que apaga con sus ojos mi sueño.
Por las rebeldes lianas que las voces me anudan.
Por mi carne entusiasta, por mi vida y mis nervios.

Yo te amo Sergio...
Sufriendo...

Tu amor por Sienpe: Rebeca...

Rui M disse...

Esta Rebeca é que está certa vira-te para o Sergio e fica com ele mas pões juizo na cabeça da princesa preciso da ajuda duma mulher caralho este romeu me dá volta ao miolo

Sergio disse...

Desilusão?

Não…

Por favor não…

Não me quero desiludir

Faz doer demais

Cá dentro

É melhor um mau momento

Para não chorar

Depois…

Peço-te

Não me faças isso

Faz-me desabar

E espalhar-me no chão

Por favor não…

Magoa-me já

E agora…

Para não partir o coração

Estou muito triste…

Por favor tem dó de mim

Não te quero perder...

Jorge disse...

Desta me livrei felizmente isto parece praga tudo foge estou farto

Princesa disse...

Sergio
não te desiludas a rebeca é uma menina linda e está a gostar de ti e sei que vais gostar muito dela aproveita eu fico feliz por ti amigo

Romeu disse...

Tem calma Rui,vamos ser amigos ao menos.
Olha Rui,se o sergio nao quer a renata,porque nao a convidas tu?
Sorte rapaz.
Romeu.