segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

ºº~ºº O mistério do amor ºº~ºº


O mistério do amor nasceu dentro de mim e tomou conta de todo o meu ser, da minha vontade, do meu pensamento, dos meus actos.

O mistério do amor chegou alojou-se em mim.

Não sei como, nem como foi.

Eu que sentia da vida apenas os momentos mais felizes, mais inexpressivos.

De repente, senti que não tinha vivido antes e ainda agora eu me pergunto assombrado.

Porque não consegui viver antes?

Não sei. Apenas aconteceu... Tu vieste...

Não sei de onde... Surgiste...

Olhaste nos meus olhos, a tua voz era música aos meus ouvidos...

simplesmente falar contigo fazia tremer todo o meu corpo. Sentia que amava...

De repente comecei a notar que havia mais brilho no luar...

Que havia mais brilho nas estrelas...

Que a brisa era uma carícia meiga...

Que o luar era uma bênção luminosa.

Tudo graças a TI....TE AMO MEU ANJO...

4 comentários:

silvo disse...

Precioso poema, todo se ve más bello cuandollega el amor inesperado o quizás se percibe mejor la belleza que nuestro estado de ánimo muchas veces no reconoce, um beijo Princesa

Sandra disse...

UM GRANDE AMOR NOS FAZ TREMER DE EMAÇÃO, AMIGA.
PRINCIPALMENTE QUANDO ELE É VERDADEIRO..
AS VEZES ELE VEM E NEM SABEMOS DE ONDE, MAS MECHE COM O CORAÇÃO DA GENTE.
MUITO LINDO.
SANDRA

Sandra disse...

VENHA PARA O BLOG pOETAS UM VOO LIVRE. http://sandraregina7.blogspot.com
Vou te esperar lá.
Um grande abraço,
sandra

Luis disse...

Olá Princesa,
Lindo poema dando-nos uma perspectiva diferente do Amor. Ele não tem mistério, acontece e quando vem todos nós nos apercebemos de uma mudança radical no nosso sentir e pensar. É uma nova vida que se abre de par em par e nos dá um novo alento.
Um beijinho amigo.