domingo, 9 de agosto de 2009

~~-~~ Meu prazer ~~-~~


Quando abro mão do meu prazer
e me concentro
no prazer que te dou,
eu me perco de mim...
É a chance do amor sem egoísmo
que resulta no prazer que eu não quis ter...
Ao te possuir
me sinto possuída
sem o ser...
E me concentro,
feliz e enlouquecida,
quando queria me perder...

Quando me concentro em ti,
me esqueço, me entrego...
E isso é muito mais que ter,
é SER prazer!


3 comentários:

Ricardo Calmon disse...

Estava eu a meu café tomar,quando oráculo seu abri e vi ..e senti..um calooooorrrrrr enormeeee,pela emanada e caliente poesia sua!
Af Maria !Em dia dos Pais esse,acho que me banharei nas cachoiras e nas o mar ondas!

Te amu,Angel Amada Nossa!
Pessoa Poeta e Amiguérrima Nossa!
Viva Vida!

Alvaro Oliveira disse...

Olá PRINCESA

Mais um dos seus belos dotes de
escrever os sentimentos da alma.
Prazer...Prazer, é a possibilidade
de ler estes maravilhosos sentimentos de amor intenso.

Beijinhos

Alvaro

bondearte disse...

Princesa,
Posso resistir a tudo menos a tentação das suas fotos e da tua poesia.
Beijos
Boa Semana