segunda-feira, 31 de agosto de 2009

~~º~~ Amor meu ~~º~~


De ti somente um nome sei, Amor
É pouco, é muito pouco e é bastante
Para que esta paixão doida e constante
Dia após dia cresça com vigor! 

Como de um sonho vago e sem fervor
Nasce assim uma paixão tão inquietante!
Meu doido coração triste e amante
Como tu buscas o ideal na dor! 

Isto era só quimera, fantasia,
Mágoa de sonho que se esvai num dia,
Perfume leve dum rosal do céu... 

Paixão ardente, louca isto é agora,
Vulcão que vai crescendo hora por hora...
O meu amor, que imenso amor o meu!

6 comentários:

Jacarée disse...

Sentimentos impreganados de vivrações
Amor,
Que paixão ardente que nunca poderemos perder neguma oportunidade de manifestal tal sentimento.
Vulção que transborda mistérios... sonhos...

Princesa tenha um grande dia
com imenso amor
Bjs

silvo disse...

Se aproxima el final del verano, llega el final de las vacaciones y siempre vienen bien poemas como este Princesa, beijinhos

Alvaro Oliveira disse...

Olá Princesa


Neste lindo poema você me transporta à poesia da grande
Florbela Espanca.

Adorei!

Beijinhos

Alvaro

1manview disse...

Uma presença cada vez maior, o amor ... Como sempre, uma pós lindo
Tenha uma semana fantástica
beijos...

sonho disse...

O amor e a loucura andam sempre juntos...
Beijo de um anjo

Pensador disse...

Amor! Este nome a mim basta
Para por ele chamar-te
E, em meus lábios desejosos
De teus beijos o deixar.
Chamo-te Amor, nada mais
Chamo te Amor, meu Grande Amor
Mas sei bem que por detrás
Destas simples quatro letras,
Outros nomes também há.
És amiga, companheira,
Minha cúmplice e parceira
Com quem quero dividir
Minha vida e meus caminhos
E neste mundo, nunca mais
Precisar me sentir sozinho.

Te amo!

Beijos carinhosos!