sábado, 27 de dezembro de 2008

~~-~~ LENTAMENTE ~~-~~


Lentamente...

Descolo do teu corpo...

Sinto a resistência em nós...

Afasto o desejo...

Lentamente...

Conformado...

Caio na dura realidade...

Ninguém é de ninguém...

Até podem tirar-me tudo...

Aquilo que nunca foi meu...

Mas ninguém levará...

As minhas memórias...

Enquanto vou esquecendo e recordando...

Lentamente...

O presente...

O passado...

...

Lentamente...

3 comentários:

Sergio disse...

Faminto estou do teu prazer menina,
Desejar-te toda, buscar-te, é minha sina,
Meu objetivo, sonho e projeto.
Em pétalas lascivas
Quero desfolhar-te,
Sugar o teu néctar,
Hei de saciar-te
E realizarmos este amor secreto.
Deixa-me sugar-te, minha flor,
E em troca, me devora, por favor...
Tem pena de mim, do que sinto,
Vem pra saciar-me,
Que de tua carne
me sacie
eu estou faminto...

Princesa disse...

Sérgio
Andas faminto de quê? de amor isso é mau olha eu tenho muito amor meu anjo me dá muito amor e carinho espero que arranjes alguém que te faça feliz tu mereces amigo

Romeu disse...

Sergio amigo.
A princesa se vai cansar do Anjo,ela sempre diz que o ama muito para lhe dar animo,mas eu sei que ela me adora a mim, e tu Sergio da uma maozinha para por este Anjo fora daqui,temos de arranjar maneiras de ele disistir,assim como esse Jorge E Renato,e Joao que ja desistiram,e arranjaram namoradas noutro lugar.
Ajuda-me Sergio amigo.
Romeu.