domingo, 21 de dezembro de 2008

~~-~~ COMO TE QUERO ~~-~~



Em forma de lamentos,
meu corpo se atormenta,
por não estares aqui,
não consigo nem mesmo dormir... 
Lembro-me da última noite,
que em teus braços passei,
tendo milhões de orgasmos,
em gulodice total eu me dei... 
Tu virastes uma fera,
rasgando minhas roupas,
deixando-me quase louca,
iluminada pela Lua,
que sem pedir autorização,
focava-me em tesão,
nos meus meios adentrando,
parecia rir,
porque de satisfação estávamos uivando... 
Boca à boca,
Toque à Toque,
não precisamos de nenhum retoque,
nosso êxtase é tão forte,
nossos corpos estão suados,
por nosso mel lubrificados, 
escorrendo pelas pernas,
formando caminhos em vielas,
como tinta jogada em suave aquarela... 
Um Homem e uma Mulher,
feitos de amor e paixão,
vibrando nesta união,
tão esperada pelos dois,
quando o destino interpôs,
mas seu intento não conseguiu,
porque Macho e Fêmea mais e mais a distãncia uniu... 
Gostas de meus beijos ardentes,
porque beijo indecente,
língua quente entre teus dentes,
dentro da boca a passear,
indo em tudo o que é lugar,
faço isto para te excitar... 
Sou Mulher Vulcão,
por ti vivo em erupção,
basta em mim encostar tuas mãos... 
Este teu sexo lindo,
causa-me sensualidade infinda,
com a volúpia que ataca,
em qualquer lugar que encontre,
mesmo não sendo o apropriado,
tu ficas como embriagado,
pelo licor que de mim é todo por ti sugado... 
Vou de boca, vou de língua,
sou mesmo mulher sacana,
a mim tu não enganas,
gostas mesmo é de me ver em chamas... 
Espero teu regresso,
com minha vulva possessa,
contraindo-se sem querer,
como se adivinhasse o prazer,
quando tornares a aparecer... 
Molhada 
Estou 
Neste momento 
Sem teu unguento 
À banhar-me por dentro. 
És a droga que me devora 
Viciada sou 
Em tua espada do Amor... 

6 comentários:

Princesa disse...

Meu anjo, meu amor adorado

O maior presente que posso te

oferecer este Natal: é

aquele que não se vende,

que não se compra -

O MEU AMOR...

Eu queria poder agora,...

te encher de carinhos...

de beijos...

te abraçar todinho...

e fazer amor contigo

Eu te amo!

Feliz Natal meu anjo

Sergio disse...

Nao adianta amar
e nao se deixar amar
Nao adiante querer
sem se deixar querer
Nao adianta ter carinho
sem se deixar ter carinho
Nao adianta te amar
Nao adianta me amar
sem se deixar me amar
sem me deixar te amar

Nao adianta viver
se nao viver com voce
Nao adianta te amar
se nao viver pra te amar

te amo

Princesa disse...

Sergio
~gosto da poesia agora do final te amo não vejo como e tu sabes que isso é mentira por isso agora é natal não mintas que te cresce o nariz

Anjo disse...

Princesa minha...

" Hoje a noite está tão mais bonita,
Sinto o teu perfume no ar,
Senti saudade de te amar,
Caramba!!! A lua está tão linda!!!

Parece refletir teu rosto,
As estrelas estão tão brilhantes,
Lembram teus olhos cativantes,
E fazem meu corpo o teu desejar...

Vontade de te tocar, acariciar,
De todo o prazer do mundo te dar,
Dizem que não sei nada,
Dizem que não sei o que é o amor...

Porque te desejo,
Repito que não sei tudo,
Mas sei que tenho opinião,
Quando se fala de coração...

Ele fala em um idioma,
Que poucos têm o privilégio de entender,
E de corresponder,
A tradução quer dizer que...

Amar é...
... Correr o maior de todos os riscos,
É entregar o futuro nas mãos de Alguem,
É permitir-se confiar sem reservas,
É aceitar a própria vulnerabilidade,
É fechar os olhos e acreditar também...

Só sei que hoje,
Sinto saudades dos beijos que não provei....
Dos momentos que juntos não passamos...
Sinto vontade do teu corpo no meu...
De sentir teu calor em mim...
Sentir o teu cheiro,
Sinto falta do teu toque...
Só sei que hoje,
Estou sentindo muita saudade de ti...
te amo
Anjo

Anjo disse...

Sergio
vira para lá essa boca tu amas quem a princesa, deves estar louco, olha os cornos partidos vê lá o que fazes olha que soi doido e não deixo que te aproximes da minha princesa ela me ama não te quer para nada vai-te lixar pá

Romeu disse...

hahaha Isto comeca aquecer,o Anjo ja esta com os cornos arder,vamos partirlos cornos Sergio,somos dois contra um,ele vai-se cagar todo,vamos exprimelo todp,ele vai-se borrar.
Romeu.