domingo, 28 de novembro de 2010

~~º~~ Grito de silêncio ~~º~~


Há um grito de silêncio
quando o gelo se quebra
e o crepúsculo rompe a madrugada
quando o prazer se exalta
e a Primavera desflora a virgindade
Há um grito de silêncio
no acorde que se não ouve
na repressão amordaçada
na mágoa que não se solta
na verdade por desprender
Há um grito de silêncio
quando o sono não acorda
e a noite se eterniza
quando o sonho se acomoda
na ausência dum corpo
Há um grito de silêncio
nas palavras por entender
nos beijos recusados
no abraço desapertado
no desejo que não sentiste

2 comentários:

silvo disse...

Me gusta el grito de silencio que siempre solemos emitir en los momentos más importantes, beijinhos y buena semana Princesa

... disse...

Só você pra escrever coisas lindas vindas da alma
Adoro te ler,
na verdade amo teus poemas


Um beijo MY ANGEL


Abstrata